Governo registra mais de sete mil inscritos no seletivo para auxiliar penitenciário

[rrssb buttons="whatsapp, facebook, linkedin, twitter, gplus, email"]

Foram 7.495 inscritos no Maranhão concorrendo a 943 vagas para a função de Auxiliar Penitenciário em presídios de 13 municípios. A capital São Luís, com 3.305 candidatos e Imperatriz, com 1.307 e foram às cidades mais procuradas com mais de 70% dos inscritos. O salário para o cargo é de R$ 1.500,00. O seletivo integra o conjunto de medidas do governo Flávio Dino com o objetivo de humanizar a execução penal.

Em Rosário, primeiro município a abrir inscrições, a secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Sejap) concluiu, há duas semanas, a primeira fase classificatória com avaliação e comprovação dos currículos para 23 vagas. A previsão é de que até o fim deste ano as outras 12 cidades tenham concluído todas as etapas de classificação (currículo, investigação social e treinamento técnico).

A Sejap estuda para breve a publicação do edital para cerca de 500 Agentes Penitenciários para contratação temporária com salário em torno de R$ 3.500,00.  Até que o governo lance o edital para concurso público, a Sejap vai recorrer à contratação temporária para garantir a segurança nos presídios, já que os contratos com empresas terceirizadas vencem em setembro deste ano.

Para a coordenadora do seletivo da Sejap, Vanessa Flores, a repercussão foi melhor do que o esperado. “Nossas equipes estão a postos agora para começarmos a fase classificatória das cidades que faltam”, afirmou ela.