Governo constrói habitações e transforma realidade nos municípios do ‘Mais IDH’ – SECAP

Governo constrói habitações e transforma realidade nos municípios do ‘Mais IDH’

Moradias dignas construídas pelo Governo do Maranhão estão mudando a realidade de milhares de maranhenses. Foto: Divulgação

Moradias dignas construídas pelo Governo do Maranhão estão mudando a realidade de milhares de maranhenses. Foto: Divulgação

Mais 7.500 famílias maranhenses terão a oportunidade de moradia digna. O programa ‘Minha Casa, Meu Maranhão’, do Governo do Estado, iniciou a segunda etapa com a construção de 1.500 casas atendendo as cidades que integram o plano ‘Mais IDH’. O plano executa uma série de ações em 30 municípios com os menores índices de desenvolvimento social. São projetos nas áreas da Saúde, Educação, Cidadania, Infraestrutura, entre outros. Na Habitação, a meta é construir três mil moradias.

Equipes da Secretaria de Estado das Cidades e Desenvolvimento Urbano (Secid) estão nas 14 cidades contempladas realizando o levantamento das demandas. Em apoio, estão os comitês municipais do ‘Mais IDH’, formados por representantes do poder público e da sociedade civil. Trata-se de um trabalho técnico social que consiste no levantamento das informações sobre as famílias atendidas.

A titular da Secid, Flávia Alexandrina, destaca que a construção das unidades habitacionais é um compromisso do governador Flávio Dino na promoção da política habitacional. “A condução dessa política é baseada no princípio de sustentabilidade, visando assegurar direitos e transformar a vida da população maranhense, especialmente dos que mais precisam”, pontuou a gestora.

No levantamento está sendo aplicado questionário para coleta de informações relativas ao número de pessoas residentes no local, quantas possuem emprego, se há alguém com deficiência, se há crianças, quais estudam e se estão inseridos em algum programa assistencial.

As equipes da Secid estão nas localidades realizando o levantamento das demandas em conjunto com os comitês municipais do ‘Mais IDH’, composto por representantes do poder público e sociedade civil. Os critérios adotados para o cadastro: famílias de baixa renda morando em casas de taipa ou palha.

O levantamento contempla, ainda, o georeferenciamento das casas de taipa e palha, que serão substituídas por casas de alvenaria. Esse processo consiste na descrição do imóvel rural em suas características e limites, entre outros levantamentos. As famílias atendidas foram selecionadas seguindo critérios que inclui a baixa renda e a moradia em casas de taipa ou palha.

Nesta etapa, o programa vai contemplar os municípios São Roberto, São Raimundo do Doca Bezerra, Pedro do Rosário, Aldeias Altas, São João do Caru, Brejo de Areia, Milagre do Maranhão, São Francisco do Maranhão, Genipapo dos Vieiras, Fernando Falcão, Arame, Itaipava do Grajaú, Santo Amaro, Primeira Cruz e Centro Novo do Maranhão.

Habitação

O programa ‘Minha Casa, Meu Maranhão’ integra as ações do ‘Plano Mais IDH’ e tem como finalidade reduzir o déficit habitacional do Maranhão. Outro foco do programa é a garantia de condições para o servidor público adquirir a casa própria, sendo o maior programa habitacional em benefício do servidor público do Maranhão.

Em sua primeira etapa, o programa beneficiou os municípios Cajari, Santana do Maranhão, Marajá do Sena, Santa Filomena do Maranhão, Amapá do Maranhão, Serrano do Maranhão, São João do Sóter, Afonso Cunha, Governador Newton Belo, Belágua, Conceição do Lago Açu, Satubinha, Araioses, Água Branca do Maranhão, Lagoa Grande do Maranhão.

Relacionadas


Parceria entre Governo, Legislativo e Prefeitura vai valorizar história e cultura de Vargem Grande


Municípios agora terão apoio do Estado para buscar recursos federais


“Caminhamos para o progresso”, afirmam legisladores de Bacabal após Encontro com Vereadores


Parlamentares da Baixada Maranhense destacam apoio da gestão estadual com o Encontro de Vereadores e Vereadoras


Governo participará de Encontro de Prefeitos da Famem em Presidente Dutra