Rádios comunitárias prestam grande serviço no Maranhão, diz secretário Ednaldo Neves – SECAP

Rádios comunitárias prestam grande serviço no Maranhão, diz secretário Ednaldo Neves

Secretário Ednaldo Neves em entrevista à Timbira. Foto: Divulgação

Secretário Ednaldo Neves em entrevista à Timbira. Foto: Divulgação

As rádios comunitárias são parte fundamental da comunicação democrática no Maranhão e precisam ser incentivadas. A avaliação é do secretário de Estado de Comunicação Social e Assuntos Políticos, Ednaldo Neves, durante entrevista à Rádio Nova 1290 Timbira nesta terça-feira (05).

Ele diz que, durante muito tempo, as rádios comunitárias foram desprezadas pelo poder público no Estado. A partir da gestão Flávio Dino, elas passaram a receber incentivos materiais para alcançar um grande número de pessoas, com prestação efetiva de serviço.

“As rádios comunitárias prestam um serviço de muita relevância e precisam estar conectadas a todo o sistema de comunicação do Estado. Essa é a realidade que nós precisamos perseguir”, afirma o secretário.

Na entrevista, Ednaldo Neves também cita algumas das principais realizações do governo Flávio Dino, como a Casa Ninar, um local para atender crianças com problemas de neurodesenvolvimento e suas famílias.

O local era usado, em gestões passadas, como casa de veraneio e de festas. “A Casa Ninar foi um passo muito importante. Essa é a obrigação do Governo, dar apoio ao cidadão que mais precisa”.

Neves também cita a reestruturação da Saúde no Maranhão, com a abertura de sete novos grandes hospitais espalhados pelo Estado, além dos que ainda serão entregues.

Investimentos

O secretário também ressalta a importância da contratação de cerca de 3,5 mil novos policiais: “É um investimento alto num momento em que a receita líquida cai em todo o Brasil. Mesmo assim, o governador conseguiu aumentar o efetivo em todas as cidades. E com isso baixar o índice de criminalidade”.

A educação também está entre os temas tratados: “Em 2014, não havia nenhuma escola em tempo integral, hoje já chegamos a 40”.

Os Restaurantes Populares também colheram grandes avanços desde 2014, de acordo com o secretário. De seis unidades, eles passaram para 22. “Hoje é uma realidade que chega a todas as regiões do Maranhão. É importante não apenas porque oferece refeições balanceadas a R$ 2, mas também porque funciona como incremento à economia local. A maior parte dos insumos é adquirida no próprio município, incentivando a agricultura familiar e gerando renda”, diz.

Relacionadas


Lairton e seus teclados é atração confirmada no São João de Todos 2018


Governo e Famem capacitam técnicos para levar mais recursos aos municípios


Ednaldo Neves cumpre agenda de vistorias em Carutapera


Regionais de Governador Nunes Freire e Carutapera participam de reunião para alinhar ações


Secretário de Comunicação Social recebe comissão de candidatos do concurso da PM