Emissoras públicas do Nordeste iniciam intercâmbios

[rrssb buttons="whatsapp, facebook, linkedin, twitter, gplus, email"]
Encontro de emissoras públicas do Nordeste. Foto: Divulgação

Encontro de emissoras públicas do Nordeste. Foto: Divulgação

Estabelecer parcerias entre as TVs e rádios públicas estaduais do Nordeste com o objetivo de promover o intercâmbio de conteúdos e fortalecer a comunicação pública. Estes foram os principais objetivos do encontro realizado nesta segunda-feira (15), em Salvador, com representantes dos Estados da Bahia, Sergipe, Pernambuco, Piauí, Ceará e Alagoas, Paraíba e Maranhão.

O encontro é um desdobramento do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste (Consórcio Nordeste), criado no mês passado, em São Luís, no encontro de governadores capitaneados por Flávio Dino. O Consórcio permite implementar ações integradas dos estados em diversas áreas, como a comunicação pública, tema que foi incorporado na carta de fundação do consórcio.

“A presença do tema da comunicação pública na criação desse consórcio é uma conquista importante. A integração das emissoras públicas estaduais de televisão e rádio do Nordeste é fundamental para garantir a diversidade e a representatividade de quase 60 milhões de brasileiros”, diz o diretor geral do IRDEB (Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia), Flávio Gonçalves.

Durante o encontro foram apresentadas possibilidades de intercâmbios de programas e de coberturas especiais conjuntas, como o próximo período de São João. Além de promover o intercâmbio de conteúdos entre as emissoras do Nordeste, o encontro também destacou a importância de parcerias com as emissoras públicas de outros países.

O financiamento das emissoras, a ampliação do sinal digital, a exibição de conteúdos de festivais nordestinos de audiovisual, as redes sociais e as rádios públicas estaduais nordestinas também foram temas desta primeira reunião. O encontro aprovou ainda uma carta com temas prioritários e definiu um calendário anual de reuniões, sendo a próxima no Recife.

“O Maranhão está conectado nesse movimento por meio da rádio Nova 1290 Timbira”, afirma Daniel Merli, subsecretário de Comunicação e Assuntos Políticos (Secap) do Governo do Maranhão. “Nós prezamos pela multiplicidade de vozes no Maranhão por meio da comunicação pública”.